Está prestes a se aposentar? Faça um Planejamento Previdenciário

Quer ouvir ao invés de ler? Aperte o play. (Problemas técnicos na reprodução em Iphone)

A Reforma da Previdência trouxe novas regras de cálculos e requisitos para concessão de benefícios. Por isso, é muito importante fazer um Planejamento Previdenciário para saber o momento certo para se aposentar, buscando o benefício mais vantajoso.

O que é planejamento previdenciário?

É um estudo de todo histórico do trabalhador, considerando alguns aspectos como: tempo de serviço, idade, valor das contribuições ao sistema previdenciário, tipo de atividade exercida, e a legislação aplicada ao caso específico, analisando a situação atual do segurado buscando o benefício mais benéfico no menor tempo possível, com base na elaboração de um cálculo de tempo de contribuição, cálculo do valor do benefício e prospecção de possibilidades.

O planejamento é importante para manter uma organização de forma contributiva e uma medida preventiva, evitando que o segurado tenha prejuízos com recolhimentos desnecessários, com contribuições abaixo do valor mínimo exigido, recolhimentos equivocados e com o código errado, períodos contribuídos e não registrados no cadastro nacional de informações sociais (CNIS), que podem interferir e prejudicar a concessão do benefício.

Leia mais

Entenda como funciona a aposentadoria da pessoa com deficiência
Revisão da vida toda: tenho direito de revisar meu benefício?
Fiquei afastado pelo INSS, posso perder minhas férias?

Vantagens do planejamento previdenciário

O planejamento previdenciário é extremamente importante para que o segurado possa ter tranquilidade ao encaminhar sua aposentadoria. Sendo assim, vale destacar algumas vantagens como:

1. Fonte de renda: permite que o segurado tenha uma segurança para ter uma vida saudável e tranquila na sua aposentadoria;

2. Melhor benefício: através da análise individual e adequada ao caso concreto de cada segurado é possível identificar situações que asseguram o melhor benefício;

3. Valor de contribuição: é possível identificar o valor ideal de contribuição evitando que seja recolhido valor menor ou maior do que deve ser pago;

4. Solicitar o benefício no momento correto: para evitar que haja perda financeira no valor de seu benefício.

Documentos necessários para elaborar um planejamento previdenciário

  • Documentos pessoais (RG, CPF e comprovante de residência);
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
  • Extrato do CNIS;
  • Carnês de recolhimento de contribuição previdenciária;
  • Documentos que comprovem o trabalho em atividades prejudiciais à saúde (PPP – Perfil Profissiográfico Previdenciário);
  • Atividade rural, documentos que comprovem referido trabalho.

Através do planejamento previdenciário, o segurado além de planejar sua aposentadoria, está planejando seu futuro.

Portanto, tanto para os que já contribuem como para aqueles que não estão regulares com a previdência social, o indicado é realizar um planejamento previdenciário para que, ao final, o segurado possa obter o melhor benefício possível.

Quer receber conteúdos no seu WhatsApp semanalmente? Clique aqui!